Estados Unidos: dicas de 3 cidades culturais incríveis

Os Estados Unidos estão entre os países de maiores diversidades do mundo, com um cenário de riqueza geográfica, racial, étnica e cultural que encantam qualquer viajante, principalmente àqueles que viajam à lazer.

Nesse sentido, fazer uma viagem para conhecer a cultura desse país encantador é uma das coisas que todas as pessoas deviam ter como experiência de vida!

É a forma mais prazerosa de enriquecer os conhecimentos, conhecer como outros povos vivem, se comportam e ter acesso a outras visões do mundo.

Cada lugar dos Estados Unidos, é único e isso reflete nos costumes de seus moradores. É um dos países com mais festas locais e tradicionais que podemos encontrar ao redor do planeta.

No que diz respeito a gastronomia, a variedade é enorme! Além disso, a diversidade social faz com que se torne viável encontrar uma série de restaurantes de todas as etnias e descobrir pratos diversos, praticamente em todas as cidades.

Pensando em tudo isso, neste artigo separamos 3 cidades culturais para você se encantar nos Estados Unidos. Confira!

1 – Seattle, Washington

Seattle é a maior cidade de Washington, nos Estados Unidos. Por isso é uma cidade de muita cultura e diversidade.

Sua reputação é de uma das maiores cidades artísticas do mundo, de onde saíram lendas musicais como: Nirvana, Jimi Hendrix e Pearl Jam. Sendo assim, a cidade de Seattle exibe sua arte de maneira inusitada.

Dançarinos, artistas, músicos e escritores exercem seus ofícios e revelam tudo o que a cidade tem de melhor.

Culturas globais se reúnem na cidade, com influências asiáticas, escandinavas, comunidades latino-americanas e afro-americanas. Vamos saber um pouquinho mais sobre essas heranças?

Herança cultural afro-americana

A Segunda Guerra Mundial trouxe um aumento significativo na população afro-americana de Seattle, recrutadas para trabalhar nas indústrias de defesa.

Assim, surge o cenário do jazz e a era dos Direitos Civis que trouxeram várias conquistas para a comunidade negra. Imigrantes de países africanos estabeleceram empresas de sucesso e organizações comunitárias em bairros de Seattle.

O Northwest African American Museum expõe a história, cultura e arte dos afro-americanos. Os legados do músico Jimi Hendrix e do Dr. Martin Luther King Jr, junto com outros líderes comunitários, são homenageados em parques de toda a cidade.

História, música, cinema, dança e teatro são apresentados em eventos culturais como Festival Sundiata (junho), Umoja Fest (agosto) e Earshot Jazz Festival (outubro-novembro).

Herança Cultural Nórdica

No final do século 19 muitos imigrantes de países nórdicos se estabeleceram em Seattle atraídos pelas paisagens, terras agrícolas, florestas e montanhas que os faziam lembrar de casa.

Trabalhando como pescadores, nas fábricas de enlatados, nas usinas, como madeireiros, fazendeiros, garimpeiros e construtores de barcos, constituíram seus costumes e tradições.

O Nordic Heritage Museum é o museu que representa a herança cultural de todos os cinco países nórdicos (Noruega, Suécia, Dinamarca, Islândia e Finlândia).

Eventos tradicionais celebram uma variedade de festas nórdicas, o Dia da Constituição Norueguesa Mai Syttende (17 maio) é festejado com um dos maiores desfiles fora da Noruega.

Skandia Midsommarfest (junho) apresenta música tradicional e dança. Vickings Day (agosto) introduz artesanatos, encenação de vikings e comidas típicas.

Herança Latina

Várias expedições foram realizadas por exploradores espanhóis e mexicanos em 1774, dando origem ao primeiro assentamento europeu no Estado.

A comunidade de South Park abriga muitos restaurantes e mercados mexicanos e latinos e o desfile anual do bairro Fiestas Patrias (setembro) integra a comunidade para outras tradições festivas com música e dança.

O Mês da Herança Hispânica (setembro-outubro) é comemorado com apresentações e exposições em vários locais de Seattle.

Herança Asiática

Em 1860 chegaram os primeiros imigrantes chineses e estabeleceram um bairro chinês perto da orla. Em 1880 imigrantes japoneses chegaram para trabalhar em campos de madeira e fazendas. Ao longo dos anos sul-coreanos, vietnamitas e outros sul-asiáticos se estabeleceram e o bairro a leste do Distrito Internacional é hoje conhecido como Little Saigon.

Essa influência pode ser vista, hoje, em toda Seattle, no designe de jardins, na arquitetura, na culinária e nas artes.

O Museu Wing Luke da Asian Pacific American Experience apresenta exposições e programas interpretando essas diversas comunidades e o Seattle Asian Art Museum dispõe de uma das principais coleções de arte japonesa, coreana e chinesas do país.

Herança Indígena

Seattle abriga várias comunidades indígenas. Artistas nativos contemporâneos estão se inspirando em estilos tradicionais e introduzindo artigos como vidro e metal para criar obras de arte tradicionais que podem ser vistas no Burke Museum e no Seattle Art Museum.

O Duwamish Longhouse e o Cultural Center, com um poste de cedro e estrutura de vigas aberto em 2009, foi a primeira nova casa tribal construída em Seattle em mais de 150 anos. As instalações culturais tribais da região incluem o Museu Suquamish e o Centro Cultural Hibulb das Tribos de Tulalip. Eventos especiais anuais, incluindo os Dias Indianos de Pow Wow (julho), Viagem de Canoa (julho-agosto) e os Dias Principais de Seattle (agosto) celebram a resiliência das culturas nativas.

Depois de todas as dicas culturais e artísticas, é hora de falar da gastronomia de Seattle. Dizem que, o que quer que seu paladar queira, você encontra em Seattle.

Seattle está repleta de opções gastronômicas fantásticas, desde restaurantes premiados como o James Beard a restaurantes econômicos.

Sabores franceses, frutos do mar frescos e pratos asiáticos de fusão são alguns exemplos do que você vai encontrar por lá, os chefs e donos de restaurantes geralmente compram ingredientes de ótima qualidade de fazendas próximas e alguns têm suas próprias hortas e colmeias para o cultivo de ervas frescas, produtos e mel.

Mais de 300 Food trucks vagam pelas ruas de Seattle. Todos os tipos de sabores podem ser encontrados, como pizzas, hambúrgueres, sanduíches inspirados em New Orleans, tacos, queijos grelhados ou opções vegetarianas, veganas e sem glúten.

Seattle também é o local perfeito para quem gosta de Cervejas artesanais. Mais de 250 cervejarias espalhadas pelos bairros Ballard, Fremont e SoDo fazem a alegria de quem quer relaxar um pouco.

Para quem não dispensa o tradicional café, Seattle foi reconhecida como uma das principais cidades cafeeiras do mundo. A mais conhecida, a Starbucks apresenta sua cafeteria de grãos únicos em lojas abertas em quase toda a esquina.

Padarias e outros locais que vendem sobremesas aparecem por toda Seattle com bolos recém assados, biscoitos, donuts artesanais, chocolates e outros doces.

Para fechar com chave de ouro, Seattle oferece tours gastronômicos, com variedades de amostras, boas histórias, passeios temáticos de chocolates em locais agradáveis, destilarias e vinícolas. Seja qual for a sua escolha, com certeza será um passeio delicioso!

2 – Dallas, Texas

Uma das maiores cidades dos Estados Unidos, fica no Texas. Dallas tem um anoitecer realmente especial.

Com grande destaque na história por ser o centro para as indústrias de petróleo e algodão, Dallas também é o principal polo ferroviário e aeroportuário da região central dos Estados Unidos, sendo o Dallas/Fort Worth International Airport um dos mais movimentados aeroportos do mundo.

Se você gosta de cultura, arte e gastronomia, conhecer Dallas vai te levar a uma experiência vibrante, cheia de coisas interessantes para fazer.

Preparados? Confira um pouco da história e lazer dessa cidade tão especial!

Dallas apresenta infinitas oportunidades de diversão para famílias com crianças ou somente para os adultos.

Para quem gosta de história, no Museu Sixth Floor Museum at Dealey Plaza você poderá explorar o legado do Presidente John F. Kennedy ou fazer uma visita ao museu e biblioteca presidencial George W. Bush onde você encontrará artefatos do 11 de setembro, ou sentará em uma réplica em tamanho real do Escritório Oval.

Um dos bairros mais históricos de Dallas é o West End, onde fica o Dallas World Aquarium, local que você poderá conhecer e se aproximar dos exóticos pinguins de patas negras e animais de Madagascar.

O espaço possui uma enorme variedade de fauna (não só de animais marinhos) e flora. De polvos-gigantes-do-pacífico a cavalos-marinhos do Sul da Austrália, você se surpreenderá com tanta beleza, além de incríveis animais como tarântulas, flamingos e jaguares.

No Zoológico de Dallas, conheça um mundo que representa todo o reino animal. Faça uma refeição na companhia de leões, alimente uma girafa em seu próprio habitat, faça um passeio de camelo. O único lugar do Texas que você poderá ver coalas.

Conheça o Museu de Arte de Dallas e se encante com magníficas leituras de livros, mostras de filmes e música ao vivo. Além de trabalhos de artistas renomados como Jackson Pollock, Anish Kapoor e Francis Bacon.

Gosta de comédia, ou prefere um musical? Assista um espetáculo no Majestic Theatre. Um teatro localizado em um maravilhoso edifício, com muito charme e arquitetura deslumbrante, em estilo barroco com paredes cobertas com ouro 23 quilates e ornamentos detalhados.

Agora se você prefere adrenalina, conhecer o Six Flags Over Texas, um parque temático com a montanha russa mais alta e mais rápida do Texas, será uma aventura sem igual. A área do parque é dividida em nove seções temáticas de vários países com grande variedade de comidas típicas.

Os amantes da natureza não podem deixar de visitar o Dallas Arboretum and Botanical Gardens com 27 hectares com plantas nativas e estrangeiras.

A Reunion Tower, a torre mais imponente de Dallas, observada de qualquer ponto da cidade é conhecida como “God’s golf ball” pelo seu formato que lembra uma bola de golfe. A noite ela fica toda iluminada com luzes de led que mudam de cor de acordo com a comemoração a ser feita, azul para homenagear o time de futebol americano Dallas Cowboys ou verde para a festa de São Patrício.

Conheça AT&T Stadium e relaxe assistindo um jogo do Dallas Cowboys nesse estádio impressionante.

Se preferir, o Centro de Esculturas Nasher, poderá proporcionar ótimos momentos para vislumbrar esculturas de alguns dos maiores nomes dessa arte no mundo.

O Museu Perot de Ciência Natural, uma combinação de três dos mais antigos museus de Dallas, sendo um ótimo local para toda a família.

Para finalizar, McKinney Avenue 2018, cheio de cor e muita animação, este é o local perfeito para entretenimento, sendo o mais popular da cidade, com bons restaurantes, bares, pubs, cafeterias, sorveterias e teatros durante o dia e a noite. Aproveite e pegue o bonde urbano da M-Line e conheça toda a avenida antes de decidir qual o local que mais lhe agrada para fazer suas refeições.

3 – Boston, Massachusetts

Boston é uma das cidades mais cosmopolitas dos Estados Unidos e possui uma história riquíssima, legado de artes, cultura e educação. Essa cidade incrível está entre os 10 locais turísticos mais visitados do mundo e fica apenas a três horas e meia de Nova York.

Fundada pelos ingleses em 1630, Boston tem uma riquíssima história colonial e espírito libertário. Atraiu imigrantes de toda parte do mundo, sobretudo irlandeses, por ser um grande centro industrial, tornando-se assim, um lugar com certo ar europeu, cheio de detalhes, misturando arquitetura antiga provinciana com construções modernas.

A tecnologia e estudo, também fizeram fama pela cidade, porque é por lá que estão a Universidade de Harvard (a cerca de 20 minutos do centro, mais precisamente em Cambridge) e o MIT (Massachusetts Institute of Thechnology), centro de pesquisas que abriga grandes gênios do mundo. Por isso, se vê tantos jovens pelas ruas, bares, lojas e andando pela região de Faneuil Hall.

A cidade oferece museus maravilhosos expondo, arte, cultura, ciência, política e história. O principal Fine Arts, atrai 1 milhão de visitantes por ano. Outros museus como Museum of Science, com instalações mais modernas, Museu de Belas Artes e Isabella Stewart Gardner Museum também são parte de um itinerário cultural que você não pode deixar de conhecer.

O Prudential Tower, um observatório localizado no 50º andar propõe um giro de 360° para uma visão panorâmica da cidade, que fica mais linda ainda ao pôr do sol. Se estiver com fome, subindo mais dois andares fica o restaurante panorâmico Top Of The Hub.

Depois de Nova York, Boston é o segundo palco teatral mais importante do país. Muitas peças vindas da Broadway ficam em cartaz no Theatre District.

Dos ingleses, veio a mais charmosa inspiração. A de tomar café ou chá enquanto se lê jornal e isso pode ser visto pelas cafeterias, parques e universidades da cidade. Aproveite para saborear o seu café ou chá, ler um jornal sentado num banco de um parque e desconectar de tudo, sentindo-se um verdadeiro cidadão de Boston!

A gastronomia fica por conta dos frutos do mar: lagostas, camarões, mexilhões, ostras e creme de marisco chamado clam chowder, nos restaurantes do bairro italiano North End Little Italy, concentrados na Hanover Street.

A cidade é plana e deliciosa para andar a pé ou de bicicleta. Aliás, bicicleta é um meio de transporte muito usado por lá. Pratique pela Beacon Hill, uma área histórica e bastante agradável para se conhecer.

Com nossa dicas você só precisa decidir qual cidade cultural dos Estados Unidos irá conhecer primeiro. Faça as malas e o resto fica por nossa conta!

A Meu Mundo Viagens é uma agência de viagens que possui todo o know how para te ajudar com a infraestrutura necessária para que você conheça e se encante com essas cidades lindas e culturais, cheias de histórias e fama.

Se você tem alguma sugestão de conteúdo de viagens de lazer que você gostaria de ver por aqui, deixe nos comentários. Teremos o prazer de responder!

Leia também: Porque é importante contratar uma agência nas viagens corporativas

Siga nosso Instagram: @meumundo_viagens

Compartilhar

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *